segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Beliche

Nunca mais vi um beliche. Lembra dos beliches? Aquela cama colocada em cima da outra. O beliche era um retrato do que era a família. Hoje em dia ninguém mais compra beliche, por três motivos. Um, porque é feio, dois, porque ele gerava muita discussão pra decidir quem ficaria em cima e quem ficaria embaixo. “você se mexe demais, não pode dormir em cima” “e você mija na cama”. Ah, a briga pelo topo do beliche. E três porque não tem espaço para colocar o beliche. Todo mundo tem um primo que já caiu de cabeça de cima do beliche.
Junto com a extinção do beliche, estão sendo extintas as famílias. Porque o espaço está diminuindo. Os apartamentos de hoje em dia estão cada vez menores e mais caros, da pra chamar eles de kinder ovo.
Antigamente tinha espaço para colocar três, quatro filhos, mais o cunhado, e outros parentes que apareciam. Hoje dia não, os apartamentos são: sala, quarto, cozinha e banheiro. Tudo isso no mesmo comodo.
As novas famílias não têm onde acomodar os filhos, por isso existe tantos métodos contraceptivos, não é porque as pessoas não querem ter filhos, mas sim porque não tem lugar. Isso é um fato, para pra pensar, nossos avós, eles não ligavam, tinham oito, dez, doze filhos, mas é porque eles tinham espaço. Lembra a casa dos seus avós, era grande, você podia se perder, dava medo de andar pelos corredores, medo de encontrar algum fantasma. Nos apartamentos de hoje não tem fantasma, não pra ele. Ou fica você ou o fantasma.
A situação está feia, na china já foi limitado o numero de filhos, por causa do espaço, nas grandes metrópoles já teve uma queda de natalidade, pessoas com três filhos já estão sendo discriminadas, estamos sofrendo a pressão pra não sermos pais, daqui uns dias você vai ter que comprar teste de gravides escondido, a policia vai prender quem transar sem camisinha.
Já foi muito discutindo como o mundo iria acabar se em agua, fogo, gelo, e na situação que está, acho que o mundo vai acabar em kitnets.
E daqui uns tempos você só vai conseguir encontrar beliches nas cadeias ou no museu.

No museu:
- mãe o que é aquela cama em cima da outra, arte moderna?
- Não filho, aquilo é um beliche.
- Boliche?
- Não, beliche. É onde seus avós e os irmãos deles dormiam.
- Nossa, credo.
- O que filha? Era normal, era seguro dormir no beliche.
- Não, falei credo para os irmãos. Deus me livre.

Um comentário:

  1. Tive beliche, tenho irmãos, caí da cama de cima e tive q voltar a dormir em baixo haha.
    Mas sempre quis saber como é ser filha única! Talvez se eu reencarnar nesse futuro aí, eu descubra rs

    ResponderExcluir