quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Diz que eu mandei um abraço


Quantas vezes você já entregou um abraço que mandaram por você? Imagina quantos abraços, beijos, alos, salves, etc. foram esquecidos de ser entregue.
Porque é assim que funciona, sempre que nos encontramos com alguém que faz nos lembrar dum outro alguém, pedimos que faça a entrega da encomenda intangível, “manda um abraço pra ele”, “manda um beijo pra ela”, “diz que eu mandei um alo”. Fazemos o pedido, endereçado a pessoa sem saber se realmente ela vai receber. Não temos um “pós-vendas” para esse tipo de entrega.
- Alo, quem fala? Rafael tudo bem, aqui é da empresa ‘MEUS CUMPRIMENTOS’, gostaria de saber se o senhor recebeu o abraço que o Dr. Paulo enviou pelo senhor Anderson? Ah, não? Então, ele mandou dizer que está mandando um abraço e que é para o senhor aparecer tomar um café.
Não existe uma empresa que preste esse tipo de serviço. É tudo na base da confiança. Não é como os correios que sabemos que com certeza a encomenda chegará.
Mas nem por isso devemos parar de enviar esses cumprimentos. Porque é uma grata surpresa quando estamos conversando e do nada alguém fala: “Ah, tava esquecendo, fulano mandou um abraço pra você”.
Por isso se enviarem um abraço, um beijo, um alo e principalmente dinheiro, para mim, favor não se esquecer de entregar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário