terça-feira, 23 de novembro de 2010

Sem sono

Existe algo no travesseiro que nos faz pensar na vida. Ele tem o poder de extrair até o pensamento mais distante que tínhamos. É deitar a cabeça no travesseiro e começar a pensar nas contas, nos problemas, nas possíveis soluções, numa possível manobra caso algo de errado. Pensamos nas pessoas que já passaram em nossas vidas, as que estão nela e as que queríamos que estivesse. E enquanto dermos vazão para esses pensamentos o sono não vira. Então chega uma hora que você está com tanta coisa na cabeça que pensa, ‘já chega agora vou dormir’ e então fica alguns minutos com a cabeça vazia e do nada uma voz começa a conversar com você, quais são as tarefas de amanhã, da onde vai tirar dinheiro pra pagar as dividas, será que deixou o leite fora da geladeira, tem leite? Começa o bate papo no silencio, todos dormem só você não, será que eles também tem esses diálogos antes de dormir, mais aparentam ter dormido tão rápido, e se você acordá-los e conversar com alguém de verdade? Não você tem que dormir, já se passou 1 hora e você ainda está com a cabeça cheia, então começa a fazer as contas de quantas horas ainda tem pra dormir... ‘se eu tenho que acordar as sete horas e conseguir dormir daqui a dez minutos vão fechar as oito horas que eu preciso ter de sono’, os dez minutos passa e você ainda está acordado, agora está preocupado se conseguira agüentar o dia inteiro sendo que não conseguiu dormir o tempo necessário, ‘e se eu dormir no volante? Ainda bem que eu vou de onibus’, ‘e se eu dormir no ônibus e perder o ponto?’ e o papo se estende durante mais algum tempo, que é quando você toma uma atitude e demonstra quem é que manda ‘já chega agora vou dormir querendo ou não’, e consegue ficar em silencio, vira para um lado, para o outro impaciente a espera do sono, onde será que ele ta, quando você não quer ele aparece, na hora do serviço ele está ali gritando, quer dizer sussurrando pra você dormir, e quando você está pronto pra ele, no lugar certo, na hora certa (não mais tão certa), com a roupa apropriada ele não vem... E será que tem leite pra tomar café amanhã... Então você desiste de lutar contra os pensamentos que vem se rende e começa a pensar em tudo o que tem que fazer, no que tem que correr atrás, nos planos de mudanças, nos projetos, nas contas, nos amores ‘aí os amores’ e quando menos espera dorme... E como se nada tivesse acontecido acorda no outro dia esquecendo que ele te deixou esperando, que fez você pensar varias coisas, prometer varias outras, etc. Afinal de contas não tem muito que fazer você precisa mais dele do que ele de você.

3 comentários:

  1. Oie.
    Espero que aqui também eu não seja a única a comentar, rsr..
    Decidi voltar a minha rotina a procura de blogs legais pra me distrair e p/ divulgar também, e como era previsto, esse vai ser mais um a entrar na minha lista.
    Muito bom este post! E se o propósito era esse mesmo: "Fiz esse blog pra ver se sai alguma coisa dessa cabeça, algo criativo...", tanto saiu que vou esperar os próximos. =]
    Até! \o

    ResponderExcluir
  2. Estranho seria se isso não acontecece todos os dias, todo dia um novo plano, todo dia uma nova preocupação... O melhor é improvisar, a gente ganha mais horas de sono, garanto... Post realmente mto bom.

    ResponderExcluir
  3. Ooi
    meu twitter: @ju_uhcm segue lá..
    meu orkut: tá como J. Marques add lá..
    .beijo

    ResponderExcluir