quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

É o mínimo que eu espero...

O que você faria se ganhasse um salário mínimo por mês. Essa é uma pergunta que já foi feita pra um presidente, e deveria ser refeita para todos os políticos que estão votando a respeito do aumento do salário mínimo. Aumento HÁ-HÁ-HÁ.
Com toda essa discussão que está sendo criada em torno do salário mínimo, sobre aumentar de 545 reais para 560 reais, o maior prejudicado é o povo. Alias acho que o mínimo que o povo espera é que o governo suba o valor do mínimo. Porque quando é pra subir o salário deles (os políticos) não existe nenhum contratempo, e nenhum deles é contra. Agora quando é para aumentar 15 reais no salário de uma pessoa que trabalha a semana inteira, das 7 da manhã as 5 da tarde, que de uma maneira inexplicável consegue pagar aluguel, água, luz, telefone, comer, criar os filhos, etc. e tudo isso com apenas 545 reais. Num país onde cobram imposto até pelo ar que nós respiramos. Eles têm a capacidade de enrolar, de pensar no caso? Realmente é um caso pra se pensar. Ah esses 15 reaiss vão fazer muita diferença no final do mês. Pode ser que pra algumas pessoas faça. Mas é um absurdo num país que tem tanto ter um salário desses. E é um absurdo maior ainda discutirem tanto pra subir 15 reais. Não falo isso pelo valor em questão mais sim pela valorização do ser humano. Essa semana escutei por duas vezes que “nós gostamos de ser enganados”, e vendo essa situação tenho que concordar. Não é a primeira vez, nem a ultima, que isso acontece. Mas uma coisa temos que admitir, não é só culpa deles tudo isso que esta acontecendo, talvez a maior parte da culpa seja nossa, de já ter tomado na cabeça por varias e varias vezes e mesmo assim continuar elegendo gente ruim. Não procurando bons candidatos, não acreditando que pode ser de outra forma. É a mesma coisa que acontece num relacionamento, você termina porque foi traído e usado, mais mesmo assim insiste na pessoa, na situação, etc.
Eu só espero viver o suficiente pra ver um Brasil diferente, ou pelo menos que meu filho, netos, bisnetos, etc. possa viver nesse Brasil melhor. E enquanto isso não acontece vou me contentando usar o material que é dado pra transformar em piada, e olha que isso é o que não falta, temos um palhaço como deputado, mágico fazendo sumir nosso dinheiro e uma mulher barbada no comando. E é essa abundancia de material é o que me resta de consolo.

2 comentários:

  1. É, realmente.

    Não há nenhuma valorização do ser humano. Do trabalhador.

    E concordo que talvez a maior culpa seja realmente nossa, por sempre aceitarmos as coisas como são.

    No Brasil faltam líderes. Líderes que impulsionem o povo, que o façam correr atrás de seus direitos.

    Não cobramos nem os nossos direitos básicos e continuamos sempre insistindo no errado (porque rouba mas faz. Faz mesmo? O que faz?)... sempre acreditando que as pessoas vão mudar.

    As pessoas lá de cima só mudarão quando o povo, aqui em baixo, decidir mudar primeiro e ir atrás de seus direitos.

    Muito bom o texto!

    =)

    ResponderExcluir